Acusados de matar empresário em Ponta Negra são condenados a 20 e 14 anos de prisão

0

Os acusados de participarem do crime contra o empresário Ademar Miranda Neto, em junho de 2016, em Ponta Negra, Natal, foram condenados a 20 e 14 anos de prisão.

Foi a júri, Martha Renatta Borsatto, acusada de planejar a morte do marido foi condenada a 20 anos de prisão em regime fechado.

Enquanto o “namorado” Antônio Ribeiro Neto, foi condenado a 14 anos de prisão em regime fechado. Os dois estavam presos desde dezembro de 2016.

📸 Magno Oliveira / TV Ponta Negra

___________________________________

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here