Albert parabeniza Anvisa por deixar de exigir retenção de receita da ivermectina

Durante o seu pronunciamento na primeira sessão híbrida da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (8), o deputado Albert Dickson (PROS) parabenizou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por não mais exigir a retenção de receita para a ivermectina. Antes da proibição, se podia fazer prescrição simples e a Anvisa exigiu por um período que a venda fosse por receita controlada.

“Eu fui um crítico da Anvisa quando por 45 dias ela restringiu a venda da ivermectina e somos a única pessoa física do Brasil que fomos à Justiça Federal, fizemos a justificativa e o presidente Jair Bolsonaro também solicitou a liberação da hidroxicloroquina, que eu dei entrada também para que retirasse  a restrição”, informou Albert Dickson.

O deputado afirmou que o período em que a Anvisa determinou que a receita fosse controlada gerou dificuldades para o brasileiro. “Quero agradecer à Anvisa e ao nosso advogado, essa decisão irá salvar muitas vidas e a ivermectina é como ´uma grande bala de prata´ contra o coronavírus e nosso Estado já se adaptou e espero que continue usando até a chegada da  vacina, que deve demorar ainda uns cinco meses, afirmou o parlamentar.

O parlamentar voltou a defender o uso precoce e o uso profilático da ivermectina e citou pesquisas que teriam comprovado o seu real valor no tratamento do novo coronavírus, por bloquear a fase um da doença.

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print

Deixe uma resposta

VEJA TAMBÉM

Thalita Moema

Aqui você pode falar um pouco sobre você, sobre o site!

Publicidade

Sobre

Links úteis

error: O conteúdo está protegido !!