Bolsonaro diz que filho só pode estar sonhando, que não deu autorização a ele para falar em nome do Governo sobre o AI-5 e Eduardo pede desculpas

O presidente Jair Bolsonaro não poupou o filho durante entrevista nesta quinta-feira 31, quando disse que não o autorizou a falar em nome do Governo, que não existia nenhuma possibilidade de ocorrer um novo AI-5, que a constituição era outra, e que todos os questionamentos deveriam ser respondidos por seu filho, já que tem mais de 35 anos e pode se responsabilizar pelos seus atos.
Bolsonaro não parou por aí, disse também que o filho Eduardo estava sonhando, sonhando, que não tinha nada a ver.
O filho do presidente recuou e pediu desculpas publicamente, porque ele como parlamentar tinha o direito a opinião resguardada pela lei, é que se expressou mal. Não é a primeira vez que o Eduardo fala m AI-5, em ditadura, seu próprio pai defendeu há poucos dias uma ditadura no país, como seus filhos também.
Quando o presidente não fala besteira, os filhos criam crises polêmicas que envolvem todo o país, e tudo que falam é em derrubar o STF, o congresso e ameaçar a soberania do povo.

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print

Deixe uma resposta

VEJA TAMBÉM

Thalita Moema

Aqui você pode falar um pouco sobre você, sobre o site!

Publicidade

  • Mídia Kit
  • Anuncie
  • Contato

Sobre

  • Politica de privacidade
  • Termos de uso
  • Sobre o Blog

Links úteis

  • Politica
  • Notícias
  • Viagens
error: O conteúdo está protegido !!