Bolsonaro oferece visto para americanos, inúmeras vantagens e Trump mantêm Brasil fora da OCDE

0

O presidente Jair Bolsonaro ofereceu até as “calças” do Brasil para os EUA, em troca de apoio para entrar na OCDE, que é a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, sabem o que Trump fez? MANTEVE O BLOQUEIO do Brasil, na Organização, a informação foi confirmada pelo jornal Valor, que confirmou com os diplomatas americanos. A vergonha alheia agora é internacionalmente e a desmoralização do Brasil cada dia aumenta. O presidente Bolsonaro, “deu a Amazônia”, abriu mão para os EUA lançar mísseis da nossa base, autorizou os americanos entrarem sem visto no país, jurando que o Brasil entraria na OCDE.

Confira parte da reportagem:

Significa que a barganha feita entre Jair Bolsonaro e Donald Trump está desequilibrada até o momento. Em 19 de março, em Washington, o presidente brasileiro anunciou que o Brasil começaria a abrir mão do TED, que dá mais flexibilidade na implementação de acordos comerciais. Em contrapartida, Trump prometeu dar “apoio para que o Brasil inicie o processo de acessão com vistas a tornar-se membro pleno da OCDE”.

A expectativa nos meios diplomáticos era de o governo Trump aproveitar a reunião do Conselho de Representantes na OCDE, ocorrida hoje, a última que antecede a conferência ministerial de 22 e 23 deste mês em Paris, para enfim desbloquear a demanda brasileira e de outros países para aderir à organização. Isso é considerado importante para impulsionar reformas e integrar mais o Brasil na economia global.O Valor apurou, porém, que a delegação americana mais uma vez repetiu que “não tinha instruções” para uma decisão do Conselho sobre possível adesão de novos membros.

Os americanos reafirmam a representantes brasileiros que o governo Trump apoia a entrada do Brasil na OCDE. Mas que o alargamento da entidade deve vir num contexto de sua modernização, sem dizer exatamente o que isso quer dizer.

O que continua na mesa, oficialmente, é a proposta que Washington apresentou em dezembro, na qual apoiava a entrada da Argentina e, para assegurar isso, aceitava ao mesmo tempo a adesão da Romênia impulsionada pela União Europeia (UE).

Até agora Washington não mudou seu documento, para incluir o Brasil em sua proposta ao lado dos argentinos.

___________________________________

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here