Candidato à presidente da OAB-RN pede impugnação da candidatura da reeleição do atual presidente Paulo Coutinho

 

A chapa do candidato à presidente da OAB-RN, Aldo Medeiros, entrou com um pedido de impugnação contra a candidatura da reeleição do atual presidente, alegando que não prestou contas da sua gestão, referente ao exercício de 2017. 

De acordo com o Conselho Federal, a prestação das contas, não foram apresentadas e também não chegaram ao Conselho Estadual em fevereiro deste ano. O conselho Federal, emitiu uma certidão na terça passada 30, com o pedido de impugnação da chapa por não cumprir o que determina a instituição.

A mesma medida vale para sua vice Marisa Diógenes e a advogados Priscila Fonsêca. Ao descumprir este requisito essencial para ser candidato à reeleição para presidência da Instituição, se torna automaticamente inelegível a eventual candidatura inadimplente. “Prestar contas aos Conselhos Seccional e Federal é dever legal, moral e ético, demonstrando a lisura da gestão dos bens e recursos da instituição durante o mandato. “Não prestar contas, ao contrário, é conduta reprovável em todas as esferas de direito, mormente na eleitoral, uma vez que o gestor precisa comprovar sua eficiência na gestão, o que só é demonstrada através da tempestiva e transparente prestação de contas”, destaca a chapa Atitude OAB, do advogado candidato à presidente Aldo, na ação de impugnação.

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print

Deixe um comentário

VEJA TAMBÉM:

Thalita Moema

Aqui você pode falar um pouco sobre você, sobre o site!

Publicidade

Sobre

Links úteis

error: O conteúdo está protegido !!