Carlos Eduardo desobedece decisão do PDT e declara apoio a Bolsonaro

O candidato a governador Carlos Eduardo Alves (PDT), resolveu desobedecer seu partido e declarar voto para o candidato Jair Bolsonaro (PSL), afim de casar o voto com o presidenciável e conseguir se eleger.
Se não tiver tido a autorização do partido, estará cometendo infidelidade partidária podendo até ser expulso do partido. O PDT nacional declarou apoio a Fernando Haddad (PT) e proibiu todos os seus membros de declarar apoio a Bolsonaro. Mas o blog recebeu a informação que Carlos Eduardo, conseguiu uma exceção durante uma conversa privada com o presidente.

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

O candidato a governador Carlos Eduardo Alves (PDT), resolveu desobedecer seu partido e declarar voto para o candidato Jair Bolsonaro (PSL), afim de casar o voto com o presidenciável e conseguir se eleger. Se não tiver tido a autorização do partido, estará cometendo infidelidade partidária podendo até ser expulso do partido. O PDT nacional declarou apoio a Fernando Haddad (PT) e proibiu todos os seus membros de declarar apoio a Bolsonaro. Mas o blog recebeu a informação que Carlos Eduardo, conseguiu uma exceção durante uma conversa privada com o presidente. O único problema de tudo é que Jair Bolsonaro ganhou em Natal e Mossoró, mas perdeu no RN. O candidato Robinson Faria que perdeu a eleição, declarou voto também a Bolsonaro e foi chamado de oportunista, mesmo sem ter nenhum candidato. Já que Carlos Eduardo votou em Ciro, o partido de ambos declarou voto em Haddad. Este é o novo programa eleitoral que deverá ir ao ar hoje 12, vai tentar colar em Bolsonaro pra subir na votação. Outro problema é que a disputa nacional não deverá influenciar muito com a local, que é uma disputa entre ALVES x FÁTIMA BEZERRA, e os eleitores tiraram quase todos os Alves, deixando apenas Walter Alves. Ambos os candidatos são ficha limpa, tanto Fátima Bezerra quanto Carlos Eduardo. O partido provavelmente não deverá influenciar tanto na diferença dos votos, já que FÁTIMA teve uma diferença de 222 mil votos, mesmo com 5 candidatos disponíveis para os eleitores escolher. A influência deve ocorrer mais na classe média. www.thalitamoema.com.br *no título é desobedece

Uma publicação compartilhada por Blog Thalita Moema (@thalitamoemablog) em

O único problema de tudo é que Jair Bolsonaro ganhou em Natal e Mossoró, mas perdeu no RN. O candidato Robinson Faria que perdeu a eleição, declarou voto também a Bolsonaro e foi chamado de oportunista, mesmo sem ter nenhum candidato. Já que Carlos Eduardo votou em Ciro, o partido de ambos declarou voto em Haddad.

Este é o novo programa eleitoral que deverá ir ao ar hoje 12, vai tentar colar em Bolsonaro pra subir na votação. Outro problema é que a disputa nacional não deverá influenciar muito com a local, que é uma disputa entre ALVES x FÁTIMA BEZERRA, e os eleitores tiraram quase todos os Alves, deixando apenas Walter Alves.

Ambos os candidatos são ficha limpa, tanto Fátima Bezerra quanto Carlos Eduardo. O partido provavelmente não deverá influenciar tanto na diferença dos votos, já que FÁTIMA teve uma diferença de 222 mil votos, mesmo com 5 candidatos disponíveis para os eleitores escolher. A influência deve ocorrer mais na classe média.

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print

Deixe um comentário

VEJA TAMBÉM:

Thalita Moema

Aqui você pode falar um pouco sobre você, sobre o site!

Publicidade

Sobre

Links úteis

error: O conteúdo está protegido !!