Cliente do chefe da Secom de Bolsonaro recebe R$70 MILHÕES em publicidade

Desde que Fabio Wajngarten assumiu a Secom (Secretaria de Comunicação Social da Presidência), no governo Bolsonaro, a agência Artplan passou a ser a que mais recebe verbas publicitárias do governo.

A agência é cliente da FW Comunicação, empresa de Wajngarten que recebe dinheiro de emissoras de TV (como Record e Band) e agências contratadas pela Secom e outros setores do governo Bolsonaro, para fazer checking e outros serviços.

Segundo reportagem da Folha desta segunda (20), a Artplan fez a campanha da Nova Previdência, que demandou 36% do orçamento de publicidade para todo o ano de 2019.

De abril de 2019 (quando Wajngarten assumiu a Secom) até dezembro, a Artplan recebeu R$ 70 milhões, 36% mais do que no ano anterior (R$ 51,5 milhões).

Antes de Wajngarten virar chefe da Secom, a agência que mais recebia verba publicitária era a Calia Y2, que pertence ao irmão de Elsinho Mouco, marqueteiro de Michel Temer.

De janeiro a abril de 2019 (período anterior a Wajngarten), a Calia Y2 recebeu R$ 43,8 milhões, ante R$ 15,4 milhões da Artplan.

A Secom nega que esteja ocorrendo uma “inversão de tendências” com critérios subjetivos. Para Wajngarten, a mudança nos pagamentos visa um “equilíbrio” entre as agências contratadas.

 

CGN

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print

Deixe uma resposta

VEJA TAMBÉM

Thalita Moema

Aqui você pode falar um pouco sobre você, sobre o site!

Publicidade

  • Mídia Kit
  • Anuncie
  • Contato

Sobre

  • Politica de privacidade
  • Termos de uso
  • Sobre o Blog

Links úteis

  • Politica
  • Notícias
  • Viagens
error: O conteúdo está protegido !!