Ernesto Araujo nega aquecimento global: “Fui a Roma em maio e havia uma onda de frio”

Ernesto Araújo deixou colegas do Itamaraty desconfortáveis ontem, durante uma reunião com os diplomatas da Secretaria de Assuntos de Soberania Nacional e Cidadania, ao negar a existência do aquecimento global e usar um exemplo pessoal para provar o seu ponto. Após um diplomata responsável pelo Departamento de Meio Ambiente do Itamaraty expor um relatório sobre o tema, disse Araújo, para uma reunião de cerca de 60 pessoas: “Não acredito em aquecimento global. Vejam que fui a Roma em maio e estava tendo uma onda de frio enorme. Isso mostra como as teorias do aquecimento global estão erradas”, contou, para espanto geral.

E emendou: “Isso a mídia não noticia”. Acompanhe nas redes sociais:

A impressão de Araújo, seja por desconhecimento, seja para tentar impor seu ponto de vista propositalmente com um argumento falso, não tem pé na lógica.

Cientistas explicam que o fato de fazer mais ou menos frio em algum lugar, em determinado momento, não desmente a existência do aquecimento global, que é comprovado a partir de uma média de temperaturas que leva em conta muitas informações, em um cálculo complexo computacional, feito por centenas de cientistas do mundo todo e durante períodos longos.

Época

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print

Deixe uma resposta

VEJA TAMBÉM

Thalita Moema

Aqui você pode falar um pouco sobre você, sobre o site!

Publicidade

  • Mídia Kit
  • Anuncie
  • Contato

Sobre

  • Politica de privacidade
  • Termos de uso
  • Sobre o Blog

Links úteis

  • Politica
  • Notícias
  • Viagens
error: O conteúdo está protegido !!