Fachin autorizou a PF a investigar denúncias relacionadas a Toffoli

Nesta segunda-feira 17, o ministro do STF, Edson Fachin autorizou a PF a investigar as denúncias relacionadas ao ministro Dias Toffoli.

“Em 26 de fevereiro, a PF pediu pela primeira vez a Fachin o acesso às provas e o ministro encaminhou para manifestação da PGR”, diz a Folha de S. Paulo.

“Augusto Aras alegou que o pedido de compartilhamento não fazia menção a pessoas com foro no STF e foi contra a medida.

A polícia rebateu a posição da PGR e, em novo pedido a Fachin, disse que o material seria utilizado nos inquéritos abertos em 2020 com a primeira leva de depoimentos de Sérgio Cabral, em dois casos que tramitam no STJ e na ‘apuração preliminar dos relatos complementares que vêm sendo apresentados pelo colaborador’.

Em 23 de abril, Fachin expediu sua decisão em que aceitava parte do pedido da PF.”

Sucessivamente, Fachin proibiu a PF de investigar seu colega do STF.

Por Antagonista

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print

Deixe uma resposta

VEJA TAMBÉM

Thalita Moema

Aqui você pode falar um pouco sobre você, sobre o site!

Publicidade

Sobre

Links úteis

error: O conteúdo está protegido !!