“Flávio Bolsonaro para mim acabou, não existe”, diz senador Major Olimpio

0

O senador Major Olimpio (PSL-SP), líder do partido do presidente Jair Bolsonaro no Senado, voltou a criticar o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) nesta segunda-feira, 7. “Flávio Bolsonaro para mim acabou, não existe”, afirmou Olimpio ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, em referência a atritos com o filho do presidente sobre a CPI da Lava Toga – que tem como foco ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Para Olimpio, a posição de Flávio, que agiu para enterrar a comissão no Senado, não representa o governo nem o PSL. “O pai dele ganhou a eleição dizendo que seria intransigente no combate à corrupção dentro de qualquer um dos Poderes, inclusive do Judiciário.” “Estou defendendo a CPI, estou me mobilizando por ela, porque é necessária”, disse.

A articulação de Flávio Bolsonaro para abafar a CPI da Lava Toga chegou a resultar na saída da senadora Juíza Selma (MT) do PSL. Selma se filiou ao Podemos no dia 18 de setembro, em cerimônia que contou com a presença de Olimpio.

O senador afirmou que considerou sair do PSL, mas que depois chegou à conclusão de que “iria dar moleza para quem está errado”. “Então, eu e a Soraya Thronicke, também senadora pelo PSL resolvemos ficar. Se tiver que sair, que saia ele, Flávio Bolsonaro”, disse. “Agora estou mais PSL do que nunca”, completou.

Exame

Do Blog: O senador Major Olímpio estava de partida para o Podemos, após tanta confusão no PSl. Mas na última semana desistiu e resolveu continuar no partido que não apoiou a CPI da Lava Toga, principalmente Flávio Bolsonaro que fez campanha contra a aprovação da investigação contra os juízes, desembargadores, ministros e procuradores.

___________________________________

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here