Guedes é vacinado e defende imunização em massa para todos os brasileiros

O ministro da Economia, Paulo Guedes, recebeu na tarde deste sábado (27), em Brasília, a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Ele foi vacinado no posto drive thru do estádio Mané Garrincha.

O chefe da equipe econômica foi imunizado com uma dose da Coronavac, vacina produzida pelo Instituto Butantan. A segunda dose do ministro deverá ser aplicada em 25 de abril.

Em entrevista à CNN minutos antes de ser vacinado, Guedes afirmou ter conversado com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que pediu para informar que o Brasil vacinou 800 mil pessoas nesta sexta-feira (26).

Guedes tem 71 anos de idade e foi vacinado seis dias após o início da vacinação para seu grupo. No Distrito Federal, a vacinação para idosos de 69, 70 e 71 anos está liberada desde a última segunda-feira (22).

Ele foi o segundo ministro do governo a se vacinar. Na semana passada, o titular do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, de 73 anos, também se vacinou na capital federal.

Carta da Pfizer

Na quinta-feira (25), o ministro recebeu uma carta assinada por executivos da Pfizer agradecendo pelo apoio para assinatura do contrato da farmacêutica com o governo brasileiro para venda de vacinas.

A carta foi confirmada à CNN tanto pelo chefe da equipe econômica quanto pela assessoria de imprensa da Pfizer. A empresa não respondeu se enviou cartas para outros integrantes do governo federal.

CNN Brasil

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print

Deixe uma resposta

VEJA TAMBÉM

Thalita Moema

Aqui você pode falar um pouco sobre você, sobre o site!

Publicidade

Sobre

Links úteis

error: O conteúdo está protegido !!