Janssen pede à Anvisa para incluir dose de reforço na bula

A farmacêutica Janssen protocolo na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) na noite de 6ª feira (19.nov) um pedido para incluir a recomendação de uma dose de reforço na bula de seu imunizante contra a covid-19.

A agência terá 30 dias para analisar o caso e decidir sobre alteração.

Na última 3ª feira (16.out.2021), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou que a vacina da Janssen passará a ter uma 2ª dose. Antes, o imunizante era administrado em dose única.

A 2ª injeção deverá ser administrada a partir de 2 meses depois da 1ª. A pessoa vacinada com Janssen também poderá tomar o reforço 5 meses depois da 2ª dose desse imunizante. A dose extra será preferencialmente da farmacêutica Pfizer.

A Janssen divulgou em setembro um estudo que mostra a efetividade de uma dose de reforço da sua vacina para pessoas previamente vacinadas com a dose única. Segundo a farmacêutica, a eficácia vai de 70% com uma dose para 94% com duas.

O pedido de inclusão da recomendação de 2ª dose será analisado pela Anvisa a partir dos dados e estudos desenvolvidos pela empresa. As possíveis condições de uso, indicações e intervalos serão definidos pela agência a partir das informações e evidências científicas disponíveis.

Poder 360

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print

Deixe um comentário

VEJA TAMBÉM:

Thalita Moema

Aqui você pode falar um pouco sobre você, sobre o site!

Publicidade

Sobre

Links úteis

error: O conteúdo está protegido !!