Juiz federal acusa MPF de adulterar diálogos com Joesley e absolve Temer

0

O juiz Marcos Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, absolveu nesta 4ª feira (16.out.2019) o ex-presidente Michel Temer da acusação por crime de obstrução de Justiça. O processo é relacionado a uma conversa com o empresário Joesley Batista, dono da JBS.

O processo contra o emedebista, no âmbito da Lava Jato, foi arquivado. A sentença sinaliza a absolvição de Joesley Batista e Ricardo Saud, ambos da JBS e denunciados pelo mesmo crime.

Na decisão, , o juiz considerou que não houve crime no diálogo e, ainda, que, no conteúdo da conversa, não havia nada semelhante ao que o então procurador-geral da República Rodrigo Janot divulgou à imprensa, em 17 de maio de 2017, que demonstrava que o então presidente teria estimulado a compra do silêncio do doleiro Lúcio Funaro.

A conversa foi gravada por Joesley Batista. No diálogo, o executivo relatava pagamentos ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e também a Funaro, conhecido operador do mercado. O dinheiro do empresário seria para mantê-los em silêncio. Temer teria dito em seguida: “Tem que manter isso, viu?”.

Reis Bastos disse que o MPF (Ministério Público Federal) editou a transcrição do diálogo e adulterou o seu sentido ao divulgá-lo à mídia.

“Tenho que a prova sobre a qual se fia a acusação é frágil e não suporta sequer o peso da justa causa para a inauguração da instrução criminal”, afirmou o juiz.

“O diálogo quase monossilábico entre ambos evidencia, quando muito, bravata do então Presidente da República, Michel Temer, muito distante da conduta dolosa de impedir ou embaraçar concretamente investigação de infração penal que envolva organização criminosa”, completou.
Poder 360

Do Blog: Quem adultera prova é o que? Criminoso? O MPF vai ficar impune pelo crime que cometeu??? Não vão investigar? Descobrir os responsáveis e punir? Não vão mandar para as TV’s? Expor eles como todos são expostos?

___________________________________

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here