Mais de 11 mil mortos e Bolsonaro coloca academias como serviço essencial, mas liberação depende de governadores

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, no fim da tarde desta segunda-feira 11, que mandou publicar no Diário Oficial da União, que as academias e salões de belezas serão serviços essenciais. “É higiene, é vida”, afirmou Bolsonaro que falou que independente do número de mortes a vida precisa continuar. ⁣
O presidente não entendeu que foram mais de 11 mil mortes e que quando as academias abrirem a população vai responsabilizar pelas mortes os dos donos das academias e não o presidente.⁣
E com certeza, terá gente com coragem de ir caso sejam abertas neste momento. Será igual à Florianópolis, abriu tudo e o povo morreu em massa. ⁣
⁣O presidente também dizia que era uma gripezinha, que não ia passar de 300 mortos, que a cloroquina salvava. ⁣
📷 Rafaela Felicciano/Metrópoles⁣

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print

Deixe uma resposta

VEJA TAMBÉM

Thalita Moema

Aqui você pode falar um pouco sobre você, sobre o site!

Publicidade

  • Mídia Kit
  • Anuncie
  • Contato

Sobre

  • Politica de privacidade
  • Termos de uso
  • Sobre o Blog

Links úteis

  • Politica
  • Notícias
  • Viagens