Ministro da Saúde diz que existe a possibilidade do Brasil registrar casos do coronavírus que matou mais de 100 pessoas na China e deixou mais de 4,5 mil infectados

O ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta reforçou em coletiva de imprensa neste momento, que existe possibilidade de coronavírus chegar ao Brasil, como está acontecendo em diversos países do mundo.

“Temos possibilidade de ter casos no Brasil, como em todos os países que têm relação com a China,” disse.
Ainda explicou que achar uma pessoa que tenha o coronavírus é como achar uma agulha em um palheiro e reforçou: “Um momento de baixa definição e alta probabilidade”.
O ministério da saúde confirmou na manhã desta terça-feira 28, que há uma paciente suspeita de coronavírus em um hospital de Minas Gerais, visitou Wuhan nos últimos dias e apresentou sintomas “compatíveis” aos da doença.

A paciente é uma estudante de 22 anos que chegou ao Brasil no dia 24 de janeiro. Conforme o ministro, todas as 14 pessoas que tiveram contato com a estudante estão sendo monitoradas. O Ministério da Saúde elevou a classificação de risco do Brasil para o nível 2, que significa “perigo iminente”. O surto de coronavírus já provocou 106 mortes na China, onde o número de infectados passa de 4,5 mil. E em uma simulação feita por especialistas, é que o coronavírus mataria 65 milhões de pessoas em apenas 18 meses.

O ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta reforçou em coletiva de imprensa neste momento, que existe possibilidade de coronavírus chegar ao Brasil, como está acontecendo em diversos países do mundo.

“Temos possibilidade de ter casos no Brasil, como em todos os países que têm relação com a China,” disse.
Ainda explicou que achar uma pessoa que tenha o coronavírus é como achar uma agulha em um palheiro e reforçou: “Um momento de baixa definição e alta probabilidade”.
O ministério da saúde confirmou na manhã desta terça-feira 28, que há uma paciente suspeita de coronavírus em um hospital de Minas Gerais, visitou Wuhan nos últimos dias e apresentou sintomas “compatíveis” aos da doença.

A paciente é uma estudante de 22 anos que chegou ao Brasil no dia 24 de janeiro. Conforme o ministro, todas as 14 pessoas que tiveram contato com a estudante estão sendo monitoradas. O Ministério da Saúde elevou a classificação de risco do Brasil para o nível 2, que significa “perigo iminente”. O surto de coronavírus já provocou 106 mortes na China, onde o número de infectados passa de 4,5 mil. E em uma simulação feita por especialistas, é que o coronavírus mataria 65 milhões de pessoas em apenas 18 meses. O estudo foi elaborado por 15 empresários, funcionários do governo e especialistas em saúde se reuniram em Nova York para planejar a resposta global a um surto mundial de um vírus nunca visto e completamente fictício.

View this post on Instagram

O ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta reforçou em coletiva de imprensa neste momento, que existe possibilidade de coronavírus chegar ao Brasil, como está acontecendo em diversos países do mundo. “Temos possibilidade de ter casos no Brasil, como em todos os países que têm relação com a China,” disse. Ainda explicou que achar uma pessoa que tenha o coronavírus é como achar uma agulha em um palheiro e reforçou: “Um momento de baixa definição e alta probabilidade”. O ministério da saúde confirmou na manhã desta terça-feira 28, que há uma paciente suspeita de coronavírus em um hospital de Minas Gerais, visitou Wuhan nos últimos dias e apresentou sintomas "compatíveis" aos da doença. A paciente é uma estudante de 22 anos que chegou ao Brasil no dia 24 de janeiro. Conforme o ministro, todas as 14 pessoas que tiveram contato com a estudante estão sendo monitoradas. O Ministério da Saúde elevou a classificação de risco do Brasil para o nível 2, que significa "perigo iminente". O surto de coronavírus já provocou 106 mortes na China, onde o número de infectados passa de 4,5 mil. E em uma simulação feita por especialistas, é que o coronavírus mataria 65 milhões de pessoas em apenas 18 meses. O estudo foi elaborado por 15 empresários, funcionários do governo e especialistas em saúde se reuniram em Nova York para planejar a resposta global a um surto mundial de um vírus nunca visto e completamente fictício. www.thalitamoema.com.br

A post shared by Blog Thalita Moema (@thalitamoemablog) on

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print

Deixe uma resposta

VEJA TAMBÉM

Thalita Moema

Aqui você pode falar um pouco sobre você, sobre o site!

Publicidade

Sobre

Links úteis

error: O conteúdo está protegido !!