Procuradoria busca ‘saída honrosa’ para descartar Dallagnol da força-tarefa da Lava Jato

O jornal O Estado de S.Paulo informa em sua edição desta quinta-feira (10) que procuradores discutem nos bastidores uma ‘saída honrosa’ para retirar Deltan Dallagnol da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba.

A ideia seria promovê-lo ao cargo de procurador regional, para atuar na segunda instância do Ministério Público Federal.

B347

Esta solução depende de que Dallagnol se candidate à vaga, informa o jornal.

A conduta de Dallagnol é contestada após a divulgação pelo site The Intercept de conversas privadas no Telegram com integrantes de sua equipe e com o então juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro.

As conversas demonstraram as ilegalidades cometidas por Moro, Dallagnol e outros procuradores e trouxeram à tona o debate sobre a necessidade de anular sentenças no âmbito da Lava Jato.

Dallagnol é alvo de ações no Conselho Nacional do Ministério Público, órgão que fiscaliza a atuação de procuradores.

Ele evita falar sobre a sua remoção da coordenação da Lava Jato em Curitiba e sua candidatira ao posto de procurador regional.

O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, recentemente empossado, acenou com a possibilidade publicamente. “Vai haver a promoção de 11 procuradores regionais da República nas próximas sessões. Ele (Dallagnol) pode ser promovido, até porque é um direito dele. Nem por isso deixará de responder (a representações no Conselho Nacional do MP)”, disse o procurador-geral da República em entrevista ao jornal Valor Econômico publicada na segunda-feira passada.

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print

Deixe uma resposta

VEJA TAMBÉM

Thalita Moema

Aqui você pode falar um pouco sobre você, sobre o site!

Publicidade

  • Mídia Kit
  • Anuncie
  • Contato

Sobre

  • Politica de privacidade
  • Termos de uso
  • Sobre o Blog

Links úteis

  • Politica
  • Notícias
  • Viagens
error: O conteúdo está protegido !!