Senadora Juíza Selma do PSL, diz que Flavio Bolsonaro gritou com ela e que deverá deixar partido

0

Em entrevista à Folha, a senadora Juiza Selma disse que foi procurada pelo presidente do Senado, David Alcolumbre, e pelo colega de partido Flávio Bolsonaro, para retirar sua assinatura e invabilizar a CPI da Lava Toga. Selma disse que Flávio chegou a gritar com ela ao telefone em ligação em 21 de agosto.

Segundo ela, por causa de “divergências políticas internas” e “pressão partidária para derrpuar a CPI”, ela está cogitando deixar o PSL, mas que não pretende sair da base do governo.

“Vejo no PSL um partido que ainda não se estruturou como um partido. Ele não acolhe, ainda é um partido muito novo, de muita gente sem história política. Não sabe o que é se comportar num partido. Nunca tive uma pessoa do partido para me defender publicamente. Você já viu alguma declaração do presidente do partido dizendo ‘a senadora Selma tem todo o nosso apoio’? Não. Eles estão, evidentemente, me ajudando, inclusive pagando meu advogado. Mas não é uma coisa que você sinta a acolhida, você sente solta.”, afirmou.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

📷 André Coelho/Folhapress 

___________________________________

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here