Terroristas do Hamas condenam visita de presidente Bolsonaro em Israel, após anunciar escritório e em Jerusalém

0

Olha só a promoção que o presidente @jairmessiasbolsonaro conseguiu para o Brasil…..

Os TERRORISTAS DO HAMAS, que controlam a Faixa de Gaza, condenaram a declaração do presidente Bolsonaro, onde afirmou que abriria um escritório no brasileiro em Jerusalém.

Em nota, o grupo afirmou que a viagem não apenas contradiz a histórica atitude do povo brasileiro de apoio à causa palestina como também viola leis internacionais.

De acordo com o Globo, o considerado terrorista por Estados Unidos e Israel, o grupo denuncia especificamente a visita do presidente brasileiro “ao Muro Buraq (das Lamentações), acompanhado pelo primeiro-ministro das ocupações israelenses”, em referência ao premier Benjamin Netanyahu.

Mais do que uma visita discreta, o brasileiro quebrou o protocolo diplomático e foi o primeiro chefe do Estado a ir ao Muro das Lamentações acompanhado do premier israelense, um simbólico gesto de aliança evitado até pelo americano Donald Trump. No texto, a organização pede ainda que o Brasil reverta sua política para a região e que a Liga árabe pressione o governo brasileiro para pôr fim ao apoio à ocupação israelense dos territórios palestinos.

Confirmou ainda que o Hamas também condena os planos de abertura de um escritório de negócios do Brasil em Jerusalém. “Exigimos que o Brasil recue de imediato desta politica que viola a legitimidade internacional e vai contra à posição histórica. Essa política não ajuda a estabilidade e a segurança da região e ameaça os laços do Brasil com países árabes e muçulmanos”, conclui o texto.

___________________________________

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here